Aspectos Odontológicos sobre o atendimento e reabilitação para os idosos

Sabe-se que em todo o mundo, inclusive no Brasil, a expectativa de vida populacional tem aumentado; isto se reflete no crescente número de pessoas na faixa etária acima dos 60 anos de idade que, segundo a classificação brasileira, constituem os idosos. Este grupo populacional está cada vez mais presente nos consultórios médicos e odontológicos exigindo do profissional conhecimentos específicos para a realização de um atendimento eficiente. Na Odontologia, a Odontogeriatria é a especialidade que capacita o profissional para o atendimento aos idosos. Tal especialidade aborda sobre conhecimentos específicos acerca dos processos fisiológicos (normais) e patológicos (relacionados à doenças) próprios desta faixa etária, além de tratar sobre as interações medicamentosas e as repercussões do uso de medicamentos na cavidade oral. Todos os diversos tipos de tratamento odontológico ganham atenção especial para os idosos e, dentro deles, podemos destacar o processo de reabilitação protética. Para o sucesso do tratamento reabilitador nos idosos, o profissional deve considerar não só aspectos odontológicos, mas também fatores psicológicos e sindrômicos que podem, por exemplo, influenciar na destreza manual do paciente, acarretando problemas com a higienização oral. Além disso, mudanças na espessura da mucosa (tecido do interior da boca) e na quantidade e qualidade de saliva influenciam, diretamente, na escolha dos materiais de moldagem e confecção das próteses.

Danilo Chaccur
Cirurgião dentista
CROSP 37244

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *